Governo de Goiás anuncia que manterá valores da tabela de serviços da JUCEG para 2022

Plenário da Junta Comercial do Estado de Goiás decide não reajustar preços de 2021. Medida beneficia empresários dedicados à retomada econômica e impulsiona empreendedorismo. Com 32.891 novas empresas neste ano, abertura de novos negócios no Estado bate recorde e supera montante de CNPJs criados no acumulado de seis décadas

O Governo de Goiás manterá os valores de serviços atuais da Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg) no próximo ano. A decisão foi tomada em votação do Plenário da Juceg, que não reajustará a tabela de preços dos atos pertinentes ao Registro Mercantil e Atividades Afins prestados pela autarquia no ano de 2022. 

A medida visa incentivar o empreendedorismo no Estado, levando em consideração o atual cenário que o país vive e as dificuldades enfrentadas pelos empresários goianos frente à pandemia de Covid-19.

O Colégio de Vogais da Juceg realiza a votação do reajuste da tabela de preços todos os anos. Em 2021, todos os participantes se posicionaram contra a alteração de valores, atendendo ao pedido do Governo de Goiás para alavancar abertura e alteração de empresas goianas, bem como outros serviços prestados pela autarquia.

Apoio a empresários
Para o presidente da Juceg, Euclides Barbo Siqueira, este foi um grande avanço, pois o empresário não vai se deparar com mais um reajuste e poderá focar no alinhamento de seu negócio pelos próximos 12 meses. “A medida atende a uma necessidade imediata, que é auxiliar em causas que beneficiem os empresários e que somem para o desenvolvimento do Estado, como a retomada da economia. A decisão de manter os valores mostra a preocupação do Governo de Goiás com o atual cenário e com o empresário lutando para que seu negócio não desande”, completa Euclides. 

Mesmo com uma pandemia em curso, Goiás conseguiu bater mais um recorde na área econômica. Neste ano, foi registrado o maior número de empresas constituídas no Estado em comparação a toda existência da Juceg. A abertura de empresas em Goiás em 2021 superou o montante de CNPJs abertos no acumulado de 1941 a 2003. Ao todo, foram consolidados 19.003 no período das seis décadas, enquanto apenas este ano, de janeiro até segunda-feira (27/12), 32.891 novas empresas foram abertas.

Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg) - Governo de Goiás